Notícias de Beleza

Queda de cabelo pós-parto

4f7115afe3fd4

Durante a gravidez muitas mulheres ganham cabelos mais volumosos e com mais brilho. Depois do parto, a impressão de algumas é que vão ficar carecas.

"O fio tem um ciclo de vida de dois anos - desde quando nasce até cair. Durante a gestação, por causa dos hormônios, há o prolongamento na vida desses fios", explica Francisco Le Voci, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

O problema é que depois do parto, caem os fios que já deveriam ter caído durante a gravidez e aqueles que estão completando seus dois anos de vida. Daí a impressão de uma queda muito grande.

"As pacientes falam: antes do parto estava bom e agora ruim. Mas nem sempre isso é verdade", diz o dermatologista Davi Abrantes de Lacerda. Ele explica que o cabelo pode simplesmente ter voltado ao que era antes do boom de hormônios da gravidez. "Tem ainda a amamentação, que retira muita proteína do corpo por causa do leite. E isso acaba enfraquecendo o cabelo."

O desespero vem ao ver a escova e o travesseiro. "Algumas mulheres chegam ao consultório com um saquinho cheio de fios", diz Le Voc.

Segundo os dermatologistas, essa queda inicial é normal. Porém, se o rabo de cavalo ficar muito fino, o quadro se prolongar por muito tempo e a mulher já tiver um histórico de queda capilar, é melhor ir ao médico.

A modelo Gisele Bündchen disse que sentiu o cabelo menos volumoso após dar à luz a Vivan. Garota propaganda da Pantene, a modelo disse que recorreu a esses produtos (vendidos em farmácia) para reaver o volume dos fios. Os médicos desaprovam a ideia.

"Muita gente gasta tempo e dinheiro com produtos que não resolvem. Queda capilar é um assunto médico", diz Le Voci. Se a rotina pós-parto estiver muito corrida, o dermatologista recomenda consultar ao menos o ginecologista por telefone, pois ele saberá orientar qual tipo de produto deve ser evitado durante o período de amamentação.

Por:Heloísa Negrão

 

 

Fonte: Folha de S.Paulo