Notícias de Beleza

Gravidez após os 40 passa de 5% para 16% nos últimos 40 anos

gravidez posquarentaO tema chama a atenção dos médicos pelas implicações trazidas na gestação tardia

​Uma pesquisa realizada pelo Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo mostrou que o número de gestações tardias passou de 5% para 16% nos últimos quarenta anos. O tema chama a atenção dos médicos e pesquisadores não só pelo aumento do número de mulheres que tomam esta decisão, mas também pelas implicações trazidas pelo quadro.

A coordenadora médica do Hospital e Maternidade São Luiz, Márcia Maria da Costa, abordou o tema durante o durante o 2º Congresso Nacional dos Hospitais Privados (Conahp). "Ao retardar a maternidade, a gestação pode ser considerada de alto risco e a probabilidade de uma evolução desfavorável é mais acentuada", afirma.

A especialista explica que esta escolha acarreta riscos como a maior incidência de diabetes gestacional (19,2%); doença hipertensiva (14,6%); abortamento (20%); e prematuridade (15%). Para os recém-nascidos, os riscos incluem complicações decorrentes da prematuridade e alterações genéticas.

Na unidade Itaim do hospital, o crescimento de casos de mulheres com mais de 40 anos internadas no setor de patologia obstétrica foi de 106%, com uma média de 8% ao ano, no período entre 1998 a 2008.

Avanço da medicina
O tratamento deste grupo de risco evoluiu com a medicina e, nestes casos, os cuidados durante o pré-natal podem identificar complicações maternas e o tratamento precoce.

Com a possibilidade de engravidar mais tarde, muitas mulheres preferem resolver alguns aspectos da vida antes: carreira, relacionamento e estabilidade financeira são alguns deles.

De acordo com pesquisas recentes, a maternidade tardia também pode trazer benefícios para as mães e para os bebês. De um modo geral, mulheres mais velhas são mais assertivas em relação aos cuidados e à educação dos filhos.

Além disso, muitas delas têm mais disposição para amamentar e tendem a escolher alimentos mais saudáveis para suas crianças, preferindo frutas, legumes e verduras a doces, refrigerantes e comidas processadas. Halle Berry, Uma Thurman, Mariah Carey, Nicole Kidman, Solange Couto e Carla Bruni, são algumas das celebridades que tiveram filhos após os quarenta.

Fonte: Terra