Notícias de Beleza

Cuidados devem ser redobrados com as crianças no sol do verão

filhas-de-gloria-maria

Fui dar uma caminhada no parque num dia de sol. Depois, aproveitei um banco sob a sombra de uma árvore para descansar um pouco. Enquanto isso, praticava meu lazer favorito: observava o que acontecia ao meu redor. Na pracinha infantil uma cena chamou minha atenção. Duas crianças gêmeas, com pouco mais de um ano de idade, eu calculo, brincavam com baldinhos e pazinhas na areia. Eles eram bem branquinhos e quase carequinhas. E, embora já fosse quase 11h da manhã, estavam seu chapéu.

Minha vontade era de ir até lá e lembrar a mãe daquelas crianças que o sol estava muito forte e que é perigoso deixar as crianças assim, expostas, sem proteção. Mas contive meu ímpeto, porque em geral as pessoas não gostam que se metam em suas vidas. Mas confesso que eu estava bem incomodada, imaginando que os bebês poderiam ter queimaduras solares. Coitadinhos!

É incrível como muitas pessoas ainda não se conscientizaram de que o sol _ extremamente necessário para a saúde _ pode ser um vilão, se ficarmos expostos a ele em horários inadequados. As 11h da manhã, quase no começo do verão, ele chegava a arder na pele.

Li no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia que só neste ano, no Brasil, 140 mil pessoas devem apresentar câncer de pele. Claro que não é o caso daquelas crianças na pracinha _ é bem provável até que a mãe tenha passado protetor solar nos gêmeos _ mas mesmo assim é preciso cuidar muito. Agora, com a chegada do verão, a prevenção torna-se ainda mais necessária, em todas as idades. Pele bronzeada fica legal, mas não a qualquer preço.

INÍCIO
Postado por viviane_bevilacqua

Fonte: clicrbs