Notícias de Beleza

Como você supera? Sem ficar pensando em superação.

José Luiz Tejon Megido

Tejon interna


A única coisa que nos afasta do real poder de superação, e entenda aqui por superação sair de uma enrascada, de um trauma, de uma falência, de uma humilhação, traição, letargia, é não ficar pensando em superação. A fórmula da superação é não pensar em superação. É acima de tudo alterar o olhar, as relações, a disciplina, o aprendizado, e falar com o profundo do seu íntimo, numa oferta de dedicação de tempo ao seu dom, sua vocação, o seu melhor. E, claro, precisamos definir pelo menos cinco níveis de relações essenciais em qualquer ambiente superante:

1- Precisamos do amor: o amor que transcende sucesso ou fracasso, mas uma fé inabalável na necessidade de ter fé. Não creio em fé, mas preciso acreditar na fé. E o amor é a eternidade da paixão que não vê mais espaço ou tempo.

2 – Precisamos de racionalidade. A competência, o saber fazer, o talento racional de um exímio advogado, contador, engenheiro, jurista, médico, o melhor de um profissional que age sobre a realidade instantânea é vital. Grandes amigos, mas fracos na competência, só servem para empurrar você ainda mais para um buraco, pleno de anestesia fraternal.

3 – Precisamos de intelectuais. Não conseguimos dar saltos sem o conhecimento da filosofia, da psicologia, da história, do poder do pensamento humano acumulado ao longo de milênios. As saídas criadoras exigem camadas superiores do intelecto humano.

4 – Precisamos de espiritualidade. Há um diálogo com o invisível somente atingível e inteligível para as bocas e ouvidos do espírito, onde almas pululam à busca de si mesmas. E...

5 – Precisamos dos "incomodadores". Os que nos incomodam, nos pressionam, nos cutucam e nos fustigam são ótimos. Nos chateiam tanto que ficamos furiosos, e raivosos. E, então, se possuímos os quatro níveis anteriores, iremos lutar mais ainda, mais focados ainda no combate com esses "incomodadores". E, curioso, passada a tormenta, e se analisarmos friamente, iremos agradecer aos " incomodadores". Eles serviram como um poderoso gatilho no disparo das nossas vontades e ações. Não pensa em superação. Superação não se pensa, se faz. Pega pra fazer e para de colocar culpa. Aprende.

 

 

Fonte: Exame