Aviso
  • Lack of access rights - File '/images/stories/2013/2014/março/cosmeticos-naturais.jpg'
  • Lack of access rights - File '/images/stories/2013/2014/março/cosmeticos-naturais.jpg'

Notícias de Beleza

Saiba como evitar alergias provocadas por cosméticos na pele

cosmeticos-naturais

Lembrados por boa parte das mulheres para dar uma realçada na beleza natural ou retardar a chegada das marcas de expressão e deixar a pele do corpo mais hidratada, os cosméticos nem sempre oferecem o resultado esperado e acabam surpreendendo o público feminino ao provocar alergias.

Causadas até mesmo por produtos dermatologicamente testados, as reações alérgicas geralmente são leves, desencadeando apenas coceiras e vermelhidões no local atingido. No entanto, também podem ser graves, chegando a se transformar em um angioedema - inchaço proveniente das camadas mais profundas da derme que pode afetar a mucosa da boca e da garganta, a ponto de promover um bloqueio das vias aéreas superiores.

Por essa razão, é fundamental investir em prevenção, sobretudo na hora de comprar os itens que farão parte da sua prateleira, com algumas dicas especiais. Confira.

Considere a marca
Para não errar na escolha, vale lembrar-se de levar em consideração a marca do produto de beleza desejado. "É importante dar preferência para as empresas mais consagradas, que tenham o compromisso de se responsabilizar por qualquer possível dano causado à pele do usuário. No mercado, a maioria das grandes marcas faz isso", recomenda Valcinir Bedin, dermatologista e diretor do Centro Integrado de Prevenção do Envelhecimento (CIPE) de São Paulo.

Atenta ao rótulo
Durante o processo de compra, também convém ficar de olho nas embalagens dos cosméticos para averiguar se há informações sobre substâncias químicas, como parabenos, formaldeído, toluenos, parafenilenodiamina, triclosano e ftalatos, que devem ser evitadas por oferecerem riscos à saúde da pele, além de checar, é claro, o prazo de validade de todos os artigos adquiridos.

"Existem inúmeros componentes químicos que podem causar reações alérgicas. Elas, por sua vez, podem variar de acordo com o tipo de componente utilizado na fórmula do item e a sensibilidade individual de cada pessoa", ressalta Renata Marques, dermatologista da Clínica Dicorp, do Rio de Janeiro.

Prefira cosméticos hipoalergênicos
Ideais para quem tem a pele sensível, por afastar ao máximo o risco de alergias, os cosméticos hipoalergênicos - testados por laboratórios e médicos alergologistas - são uma boa escolha, já que contam com o menor número possível de materiais potencialmente alergênicos.

Teste do toque
Após a compra, independentemente do tipo de solução de beleza escolhida, vale a pena fazer a famosa prova do toque, no qual se aplica um pouco da substância (creme, sérum, gel, maquiagem, etc.) numa pequena região do corpo, seguindo rigorosamente as instruções do fabricante para observar a reação que o produto irá causar na derme.

Fonte: Terra