Aviso
  • Lack of access rights - File '/images/stories/2013/2014/março/presidente_da_Dudalina.jpg'
  • Lack of access rights - File '/images/stories/2013/2014/março/presidente_da_Dudalina.jpg'

Notícias de Beleza

"O empreendedorismo feminino está muito evidente", diz presidente da Dudalina

presidente da Dudalina

Executiva de alta direção, a presidente da Dudalina, Sônia Hess de Souza, veio e voltou para São Paulo nesta segunda-feira, dia 10, após palestrar no primeiro almoço-debate do Lide Santa Catarina de 2014, na Associação Catarinense de Medicina, de Florianópolis, sobre o tema Um olhar feminino sobre as organizações. "A primeira vez que fui a uma reunião do Lide, convidada por João Dória Júnior, 95% dos participantes eram homens. A gente pode mudar sim, se quisermos", disse.

Hoje, além de ser presidente da fabricante catarinense de camisas, Sônia é presidente do Lide Mulher nacional e integra o grupo Mulheres do Brasil, que está estudando propostas de empreendedorismo, educação e terceiro setor. Até abril, o grupo quer levar essas idéias ao governo federal. "O empreendedorismo feminino está muito evidente. Queremos propor os assuntos que achamos importantes, através do nosso olhar feminino, tornando as coisas mais simples, mais fáceis e mais ágeis", destacou.

Desde o fim do ano passado, os proprietários majoritários da Dudalina são dois dos maiores fundos de investimentos norte-americanos, a Advent e Warburg Pincus. "A venda das ações foi uma decisão dos acionistas, mas a empresa segue com a mesma cultura, tudo igual como era antes", afirmou Sônia, que planeja ficar na presidência até 2016. "Essa decisão será respeitada", disse ao ser questionada sobre a participação dos fundos nos negócios. No ano passado, a Dudalina registrou receita de R$ 349,5 milhões.

A meta é alcançar R$ 1 bilhão até 2016. Uma das estratégias é a diversificação, com a entrada no mercado de jeanswear. "A coleção de calças para mulheres, com uma cintura não muito baixa, já é um dos nossos principais produtos", afirmou. Uma fábrica em Benedito Novo é especializada neste produto. Hoje, a Dudalina tem 95 lojas, das quais, 36 são franquias e 59 são próprias.

Exemplo de empreendedorismo está no projeto da reutilização de toneladas de retalhos em sacolas socioambientais de patchwork. Os retalhos que sobram do processo industrial de confecção são doados para 10 ONGs, clubes de mães e associações. "Em 2013 recuperamos mais de 40 toneladas de tecido, que não jogamos fora. Era lixo e deixou de ser. Recuperamos o forro e até máquina de costura. É um dos projetos lindos que a gente tem"

Eleita uma das dez mulheres mais poderosas do Brasil pela revista Forbes, no ano passado, Sônia apresentou sua trajetória familiar, pessoal e profissional. Falou dos pais Rodolfo, o Duda, e Adelina. "Sou filha de uma grande empreendedora. A empresa cresceu, sempre com a minha mãe no comando. Depois de fundar a Dudalina, ela teve mais dez filhos, e isso não a impediu de continuar empreendendo. Ela transformou uma dificuldade em oportunidade de negócio", disse, com orgulho. 

Novos encontros

O Lide Santa Catarina promove a aproximação dos empresários e estimula o networking. O próximo grande encontro está marcado para 4 de abril. O empresário e presidente do Lide Santa Catarina, Wilfredo Gomes, mediador do almoço-debate, pretende trazer neste primeiro semestre a empresária Luiza Helena Trajano Inácio Rodrigues, o senador mineiro Aécio Neves e o governador pernambucano Eduardo Campos.

 

 

 

Fonte: Portal Economia SC