Notícias de Beleza

As dores e alegrias da mulher moderna: Dormir pouco

durmir pouco

Os profissionais são unânimes em enfatizar a importância do sono – é preciso reorganizar a agenda para que o descanso seja garantindo, nem que para isso seja preciso abrir mão de alguma atividade.

O endocrinologista Leonardo Tucci lembra que uma noite mal dormida é sinônimo de queda no rendimento e mostra que o problema pode se tornar ainda maior. "Já foi demonstrado que indivíduos que dormem pouco ou mal têm mais facilidade para ganhar peso, com maior propensão a certas patologias como hipertensão, dor de cabeça e dores musculares."

A ginecologista Lucila Evangelista também dá um alerta importante para as mulheres que acabam culpando os hormônios por qualquer mudança de humor. "Dormir pouco é péssimo para a saúde, pode trazer cansaço, irritabilidade e alterações na menstruação. As mulheres atribuem muitas coisas que elas passam à TPM (tensão pré-menstrual), sendo que muitas vezes a falta de sono é a culpada por tudo isso, mas ela não se dá conta", avisa.

 

 

Fonte: Terra