Notícias de Beleza

Nova chamada Ashoka: "Escolas Transformadoras"

titulo carta fellows

Caros empreendedores sociais,

Nos últimos 30 anos, a Ashoka e seus mais de 3000 Empreendedores Sociais fizeram uma parceria para construir o campo do empreendedorismo social, fortalecer o tecido cidadão, construir pontes entre setores e semear um movimento global de agentes de transformação.

A Ashoka tem a visão da construção de um mundo em que cada pessoa é um agente de transformação – Everyone achangemaker, isto é, um mundo formado por pessoas com vontade e capacidade de transformar positivamente a nossa sociedade.

O mundo está evoluindo no sentido da exarcebação de mudanças contínuas, devido à globalização, explosão tecnológica e científica, num formato mais descentralizado, que abriu caminho para milhões de pessoas participarem na sociedade de uma forma que seria impensável há pouco tempo. Este cenário reforçou a nossa convicção e visão da necessidade de “changemakers”. Todas estas mudanças apresentam muitas oportunidades, mas também muitas ameaças e desafios. Mais do que nunca acreditamos que todos precisamos ser protagonistas e mestres das transformações que nossa sociedade necessita.

Considerando esse contexto, a Ashoka incorporou à sua missão a tarefa de ajudar a mudar o paradigma da Educação, para um modelo que tenha como base a formação de crianças e jovens empáticos, criativos, críticos, colaborativos e protagonistas das transformações. Isto é, que o sistema educativo como um todo, incorpore como missão essencial o desenvolvimento das habilidades necessárias para as pessoas serem “agentes de transformação” (changemakers) de desde a infância.

No Brasil, a Ashoka está atuando nesta iniciativa em parceria estratégica com o Instituto Alana  (www.alana.org.br) contamos também com a participação do empreendedor social Daniel Raviolo (http://www.ashoka.org.br/blog/2009/10/25/daniel-raviolo/) que esta colaborando com o desenho da estratégia em âmbito América Latina. A estratégia escolhida é extraordinariamente simples: identificar as escolas que já praticam essa educação transformadora e lhes dar visibilidade, para fazer com que a filosofia da educação que praticam se torne um modelo socialmente desejável. 

Sobre esse núcleo será proposto às “Escolas Transformadoras” um espaço de diálogo para troca de experiências e todas as possibilidades de interação de seu interesse em disseminar suas propostas educativas e colaboração com outras escolas. Vamos também promover o diálogo com outras redes já existentes de escolas com interações e objetivos afins. Outro aspecto será a oportunidade de participação dos empreendedores sociais Ashoka que atuam na educação, na perspectiva do fortalecimento das atividades que já realizam.

Gostaríamos de solicitar a colaboração dos empreendedores sociais Ashoka no momento de início desta iniciativa no Brasil, através da recomendação de escolas de ensino fundamental I e II e ensino médio, de qualquer tipo (pública, privada, comunitária, urbana, rural etc.).

Como critério para identificação das “Escolas Transformadoras” é necessários que seus projetos pedagógicos tenham destaque em 4 habilidades:

1. Empatia
2. Cooperação
3. Liderança Colaborativa
4. Ação transformadora (preocupação com os problemas do mundo e vontade de solucioná-los)
 

Para recomendar uma escola solicitamos retornar este e-mail para Daniel Raviolo em  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  ou registrar diretamente os dados (nome da escola etc.) neste link (https://docs.google.com/forms/d/14L_L8TN7xf7A7MrYoKg5-ggdFTqtDHpy1NmLHtjvivk/viewform).

Obs: É importante esclarecer que a Ashoka não atua na ponta, não pretende fazê-lo nem dizer aos educadores ou aos empreendedores sociais como eles devem realizar seu trabalho, a estratégia desta iniciativa consiste na identificação e visibilidade das "Escolas Transformadoras".

 

Agradecemos a colaboração e interesse pelo engajamento nesta nova ação da Ashoka.

 

Ashoka Brasil